terça-feira, 3 de novembro de 2009

Qual karma

se eu fosse de acreditar em sinais, ficava em pânico quando percebi que te tinha mandado uma mensagem às 00.01 em que em vez de te dar os parabéns, desejar sorte e alegria e coisas dessas, te tinha contado uma história mórbida. Mas como só sou de acreditar em sinais quando me dá jeito, acho que ficámos foi com mais uma história parva para contar. E de histórias parvas está a nossa amizade cheia - ou não?

2 comentários:

Hyndra disse...

lol Deve ter sido engraçado.

SMS disse...

Foi engraçado. Mas assim que vi a mensagem disse: chiça! Ainda bem que já pari a Madalena e ela não quinou. Histórias de bruxas que acertam no futuro era coisa de que não podia nem ouvir falar há uns meses atrás. Agora... agora já posso. Se bem que... bem, não quero pensar mais nisso. NÃO FOI UM SINAL, OK??? FOI... UMA DISTRACÇÃO, UMA HISTÓRIA PARVA, SIM. Como tantas que temos na nossa amizade. (disseste amizade? lol)