terça-feira, 22 de julho de 2008

Cubo mágico

És uma estrutura. E podes destruir-te para te construires depois. Podes desacreditar para voltar a acreditar. Tudo num gesto sistemático, como inspirar e expirar. Vai cansar-te, vais querer desistir, mas tu também não desistes de respirar, pois não? (Não desistas nunca) És um cubo mágico e para as tuas peças ficarem alinhadas vais ter de resolver um quebra-cabeças. Tens todas as cores. És preto. Negro. Mas és cor de laranja da cor da festa. Só tens de dar o tiro de partida. Disparar para o ar milhões de confettis. E depois recolhê-los quando não te apetecer comemorar mais. És uma estrutura. Mas não és estanque. Desmancha-te. Desfaz-te. Vê-te em bocados. Depois faz-te inteiro outra vez. Eu espero.

3 comentários:

SCS disse...

que bela declaração de amor!!!!

Anónimo disse...

e se ele só se desfizer?

Da Bitch disse...

olha gostei deste post. Identifiquei-me com ele (menos a última frase, duvido q esperes por mim etá porque nem me conheces...). Mas é isso mesmo.