sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Elogio ao amor

Isto é uma resposta a isto. E, sendo privado, ainda bem que é público. Porque é muito, muito bonito.

3 comentários:

Francisco Curate disse...

oh, muito obrigado miss A. :)

a trapezista disse...

Um equívoco, caríssimo. Eu é que tenho de agradecer.

Muxy-Muxy disse...

Isto é inevitavel como respirar, se o sentimento te enche desta maneira deixas sair como o ar em cada ciclo obrigatório para te manter viva. nem controlas. E agora sou eu que não gosto de ti porque me deixaste quase a chorar;)