segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Zé Carlos

O novo programa dos Gato Fedorento não é novo. É velho, gasto, sem graça. E sabem que mais? Não me surpreendeu.

Apesar de não parecer, isto até é uma boa notícia. Eu explico: até agora, havia no mundo três pessoas que não diziam bem dos Gato Fedorento. Eu e mais duas. Desconfio que isso acabou. Vamos ser mais. Vamos ser mais fortes.

9 comentários:

O Arrumadinho disse...

Os gatos engordaram. Eram uns felinos rafeiros, enérgicos e irreverentes. Tornaram-se aqueles siameses com a mania que são bonitos e superiores aos outros. É pena. Ainda era a única coisa que me fazia rir na televisão portuguesa. Se bem que os contemporâneos... há ali potencial. E há o Nuno Lopes.

Spirit disse...

Fraquinho o programa que estreou ontem... muito fraquinho...

Papinha disse...

Eu nunca os apoiei...é um tipo de comédia que me transcende...posso ser muito limitadinha...mas não me convencem... Eu e a comédia tb temos uma relação muito especial...mas comédia elevada a estupidez ainda menos me convence!!!

Marisa disse...

Eu junto-me ao grupo!

D. Ester disse...

e a musiquinha a piscar o olho ao always look on the bright side of life mas sem graça? que pena, com o que eu gosto de rir.

JPN disse...

desculpa, posso mudar de time? eheheheh! e desde quando é que deixaste de gostar deles, eheheheheh!

Carlos Rangel disse...

Eu reconheço que sou dos poucos, mas gostei.

Poppie disse...

nunca disse bem nem mal... sempre me passaram ao lado desde o início... vi algumas coisas deles mas nunca lhes achei piadinha nenhuma… e não sei pq mas sempre me cheiraram um pouco a pretensiosos. Afinal andava enganada e não era a única a não gostar deles…
perdão pela invasão do espaço.

pedro nuno fernandes disse...

Pois pior do que terem começado mal a nova série, é terem conseguido a proeza de piorarem de programa em programa... Está a ficar um bocado deprimente assistir áqueles 40 minutos. Humor recauchutado, forçado, sem graça.
Uma pena.